Dicas
 

Dicas para marinheiros de primeira viagem

O navio é um mundo à parte. Entenda melhor como funciona o dia-a-dia em um cruzeiro e anote nossas dicas para que sua viagem dos sonhos não se transforme em uma barca furada.

Atividades: não faltará o que fazer! Para não se perder entre tantas opções e horários, fique atento à programação divulgada pela tripulação.

Bagagem: o limite de peso varia de empresa para empresa, mas costuma girar em torno de 90 e 100 quilos.

Comunicação: os navios contam com um sistema de comunicação via satélite que permite que se faça ligações telefônicas de lá. Alguns também oferecem acesso à internet.

Crianças: se você vai viajar com crianças, escolha um navio adeqüado. Muitos deles oferecem monitores para entretê-las, mas só alguns têm serviço de baby-sitter.

Embarque: não chegue em cima da hora! A tolerância varia de acordo com a empresa, mas costuma ser recomendado chegar em torno de três a sete horas antes da partida. Informe-se melhor com sua operadora.

Excursões: a não ser que seja combinado o contrário, as excursões terrestres não estão inclusas no cruzeiro. A maioria das operadoras pode agendar esses passeios por você, mas o dinheiro sai do seu bolso.

Grávidas: pergunte antes se você pode viajar! As companhias podem não receber mulheres que já passaram do sexto ou sétimo mês de gestação.

Segurança: etiquete sua bagagem. No embarque e no desembarque, guarde jóias, dinheiro, documentos e objetos de valor nas suas bolsas de mão. Durante a viagem, alugue um cofre para tanto.

Serviço médico: existe atendimento de emergência, mas ele costuma ser taxado. Não conte com farmácias. Em caso de emergências - como enjôos - o próprio ambulatório pode te oferecer ou vender o remédio.

Voltagem: informe-se antes qual é a usada no navio - pode ser preciso levar transformadores.

 
Voltar